Entenda a diferença entre o Café Especial e o Café Tradicional.

Entenda a diferença entre Café Especial e o Café Tradicional.
Entenda a diferença entre Café Especial e o Café Tradicional.

Afinal, qual a diferença entre o café tradicional, que costumamos ver nossos pais e avós consumirem, e os queridinhos da vez, os Cafés Especiais?
Grande parte dos brasileiros se acostumou a consumir o café tradicional e nem imaginam as possibilidades de aromas e sabores que podem ser extraídas dos grãos de café.

Como já explicamos em nosso post Café Arábica X Café Robusta, agora você já sabe que existem duas espécies de café majoritariamente comercializadas no mundo, certo? Pois bem, um café para ser considerado um Café Especial deve ser produzido exclusivamente a partir de grãos da espécie Arábica. Mas calma, não é só isso que o torna tão especial assim.

Na produção do café tradicional, ou commodity, os grãos não passam por uma seleção rigorosa, portanto podem apresentar defeitos e impurezas que alteram o sabor e aroma que ficam evidentes no preparo da sua xícara de café. Além disto, a variedade normalmente utilizada em grande proporção são os grãos Conilon da espécie Robusta, a fim de baixar o custo do produto final. Para atenuar todos estes fatores o café passa por uma torra bem escura e posteriormente por uma moagem bem fina.

Já para os Cafés Especiais o processo é totalmente diferente. Hoje em dia, para definição de um Café Especial, utiliza-se a metodologia criada pela SCAA (Specialty Coffe Association of America) onde os grãos, após passarem por uma criteriosa seleção, são submetidos a uma avaliação de 10 aspectos diferentes e para serem considerados Cafés Especiais devem alcançar a nota mínima de 80 pontos, do total de 100 pontos. Como esta metodologia é bem mais complexa iremos abordar este assunto mais a fundo futuramente, continue nos acompanhando.

A diferença fica clara quando você experimenta estes dois cafés. Enquanto o café tradicional possui características não desejáveis, como o amargor bem acentuado, os Cafés Especiais apresentam uma gama infinita de sabores e notas aromáticas, e também são mais equilibrados, possibilitando extrair diferentes características a partir de uma curva de torra adequada.

Confira a diferença em imagens:            

Graos crus de um Café Especial
Graos crus de um Café Tradicional

E para o produtor, existe diferença?

Sim, e muita! O Café Especial é produzido em menor quantidade, sendo seu processo produtivo muito mais trabalhoso. Ele exige cuidados especiais desde o desenvolvimento da planta, até o momento da torra. Por isso o Café Especial tem um valor agregado superior aos cafés tradicionais.

E aí, já experimentou um verdadeiro Café Especial? Conseguiu perceber a diferença entre os sabores? Experimente os Cafés Especiais Pagliaroni e deixe seu comentário em nossos produtos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *